Ginger e Fred

15 de Agosto de 2011 Romano Ruiz Prosa Poética 499

Ouvindo Mrs. Cold do Convenience e roubando o “cold” e traduzindo em “frio” e usando como adjetivo para descrever a sensação climática dos dias atuais. Por que será que sempre tenho que usar música como trilha sonora para escrever os e-mails? Quem sabe a necessidade de escrever como road movies onde temos muito vento e movimento, tantas vezes sol ou escuridão para seguir adiante com o espírito livre e selvagem desejando tocar o horizonte ou mergulhar na imensidão do que é intocável

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Meu café há 2 horas

UM CAFÉ SEMPRE CAI BEM...ANTES DO ALMOÇO,DEPOIS DELE... TE FAÇO UM CA...
anjoeros Poesias 6


Ao pé do ouvido há 2 horas

Vem cá, menina... Deixa eu te falar, bem lá dentro do teu ouvido, tudo ...
anjoeros Poesias 8


Poesia viva há 2 horas

AMO VOCÊ,MINHA POESIA VIVA... TRAZES NO CORPO AS ESCRITAS DA VIDA OS MOM...
anjoeros Poesias 7


Só pra te aguardar... há 2 horas

QUISERA PODER LER TUA MENTE... SABER O QUE POSSO FAZER PARA TE SATISFAZER ...
anjoeros Poesias 6


A dor fazia lembrar. há 13 horas

Eu lhe atribui tudo de muito vil... No mais absoluto reflexo e pensar. P...
elisergio Sonetos 20


Meu sonho de mulher há 15 horas

Você é o meu sonho de mulher meu pensamento que se tornou realidade.. C...
anjoeros Poesias 10