Inflação = Alta nos preços (resumidamente).
Ex: João compra sua cesta básica, hoje, por 200 reais.
O tempo passou (12 meses) os economistas, o governo e o BNDES pegam suas calculadoras e fazem umas continhas e “descobrem” o valor da tal inflação. João chega em casa liga a televisão e ouve o William Bonner dizer, em tom aveludado, que a inflação anual foi de 10%, ele não liga muito pra essas baboseiras, afinal ninguém entende muito isso mesmo. Na manhã seguinte D. Maria a esposa de João pega os mesmos 200 reais (de 12 meses atrás) e segue até o mercado a fim de comprar a cesta básica, mas dessa vez algo está errado, a cesta básica está custando 220 reais. D. Maria sem ter muito que fazer apenas retira alguns itens da cesta e segue pra casa.
À noite João chega e repara que não tem extrato de tomate na macarronada e reclama, D. Maria se justifica e explica o fato ocorrido, ele resmunga alguma coisa contra esse país de ladrões, a mulher concorda e diz que a “vaca já foi pro brejo”. A indignação de João logo dá lugar à euforia em saber que domingo tem jogo da seleção nos novíssimos e modernos estádios, já D. Maria perde o fôlego quando o Antônio Fagundes aparece de terno azul escuro em Amor à vida.
Pronto! Agora está tudo bem, e João e Maria continuam sem entender que não foi a cesta básica que aumentou, e sim seu poder de compra que diminuiu, sem entender que ele continuará trabalhando pela mesma remuneração com a mesma carga horária e é claro sem entender o bicho de sete cabeças que é a inflação do William Bonner.
A inflação só aumenta os preços, o que está no seu bolso ela diminui. A cesta do seu João continua valendo 200 reais acontece que os duzentos reais dele agora só vele 180. Ele (eu e você) foi roubado em vinte reais e nem percebeu!
Inflação = Maneira educada de o governo meter a mão na sua carteira.