Em 1995, Richard Linklater conseguiu a proeza de realizar um filme simples tecnicamente mas de incontestável força narrativa e de completa empatia com os espectadores que, como eu, tiveram o privilégio de acompanhar a história de Jesse e Céline, dois completos desconhecidos que, num específico dia em Viena, decidem passar algumas horas em companhia um do outro antes de suas vidas tomarem rumos diferentes. Porém, a impulsividade juvenil não permitiu que ambos trocassem
telefones nem endereços, levando os dois jovens a se reencontrarem apenas 09 anos depois, quando Jesse encontra-se em Paris para divulgar seu livro, completamente baseado em sua experiência em Viena, o que o leva a reencontrar sua antiga paquera no momento em que ele está prestes a retornar para os Estados Unidos.



TEXTO COMPLETO, CLIQUE AQUI.