Briony Tallis é uma jovem superativa que em sua primeira cena está finalizando sua primeira peça teatral. Entusiasmada como qualquer pré-adolescente diante de algo do seu agrado, trata logo de mostrar, triunfante, para todos ao redor. Mas isso é apenas o ponto de partida dessa história; Desejo e Reparação é a história de como Briony, a partir de uma acusação precipitada e leviana, condenou o jovem Robbie Turner à prisão e ao infortúnio. Mas Desejo e Reparação é também um exercício narrativo complexo onde o “aparente” ganha novo significado na medida em que novas perspectivas vão sendo acrescidas à trama. Além disso, é um filme que exibe uma invejável metalinguagem cujo propósito é explicitar a própria arte de contar uma estória, bem como nosso envolvimento com a mesma.



TEXTO COMPLETO, CLIQUE AQUI.