Certos filmes vencedores – e merecedores – do Oscar, são estranhamente esquecidos ou deixados de lado logo que o frenesi da premiação passa. Talvez porque não tenham tido o mesmo apelo comercial que outros ou talvez pelo fato de, advindos de uma linha mais independente de produção, não tenham a pirotecnia como objetivo, nem as lágrimas exageradas como recurso, mas
sim a simples discussão de ideias, mesmo que embaladas numa roupagem menos glamourizada.



PARA LER MAIS, CLIQUE AQUI.