A Vida Secreta de Walter Mitty

09 de Maio de 2014 Maroni Resenhas 1108



  Foi com certo receio
que assisti The Secret Life of Walter Mitty  (  A
Vida Secreta de Walter Mitty), pois Ben Stiller na direção sempre é uma incógnita:
Vem de um bom Tropic Thunder, mas também conta com um Zoolander no seu
currículo. Como a maioria dos espectadores não vai ver com esse conhecimento,
não é um problema para o público.



Vale ressaltar que o filme está longe de ser
comercial. Muito pelo contrário, além de ser o melhor filme do diretor. O
melhor é que o longa pode ser compreendido em diversos níveis, tudo dependendo
do espectador. Informando que o filme é um remake, muito bem atualizado, de um
filme homônimo de 1947.



  Mitty (Stiller), é um day-dreamer
(uma daquelas pessoas que ficam viajando acordadas) em um nível de perder a
noção de tempo e espaço. Condição essa muito bem explicada ao longo do filme, e
que impede Walter de realizar... de viver.



Walter trabalha na revista LIFE, que se
encontra numa fase final de transição papel/digital. Por um “erro” de Mitty a
capa da vindoura última edição impressa da revista acaba comprometida. Cabe a
ele, por vontade própria, consertar seu erro numa jornada global. Jornada essa
que nos proporciona paisagens absurdamente belas em locais pouco convencionais.



Na medida em que a busca de Walter pela “Quintessência
da Vida” cresce suas viajadas habitais vão sumindo, ou quem sabe se
equilibrando. O humor é muito bem trabalhado, e mais refinado que em outros filmes
do ator/diretor.  



  Por mais sutil que
seja, o filme possui, para mim, a frase crítica DEFINITIVA sobre o período “pós-pós-moderno”
em que vivemos, regado a Selfies, Twitter, Instagram e Facebook. Dita por Sean O'Connell  ( Sean Penn) no alto de uma montanha no
Afeganistão. Não irei reproduzir.  Veja
você mesmo e faça sua reflexão sobre o assunto. Tenha seu momento. 

//exortar.wordpress.com/

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
PAU DE FITAS há 2 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 4


PAU DE FITAS há 2 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 3


Falta de Amor ao Próximo há 7 horas

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 29


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 8 horas

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8


A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 12 horas

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 16


ETERNAL (rondó) há 1 dia

ETERNAL (rondó) Não o poeta, sim a poesia Em cada verso haveria- De ...
ricardoc Poesias 8