Digo-lhes que não é preciso
Muito para sermos felizes,
É fácil como um sorriso
Se vivermos sem deslizes.

Honestidade, tesouro de siso,
Com ela se vence todas as crises.
Digo-lhes que não é preciso
Muito para sermos felizes,

Se não perdermos a razão, o juízo,
Com desmandos de tantos matizes
A vida pode ser um paraíso,
E chorar lágrimas infelizes,
Digo-lhes que não é preciso.

27/04/06.