Eu fui vitima
de uma bruxaria:
casei-me rapidamente...
Coisa que eu não queria.

E a bruxa
que casou comigo,
quando sente o perigo
de eu abandoná-la,

pega seu livro de feitiçaria,
(diz que é livro de poesia)
e começa a “recitar”:

Abracadabra, pelo de cabra,
amofine este cabra
pra não me abandonar.

A.J. Cardiais