Soneto 1 - Aonde estará?

28 de Outubro de 2011 SOL Figueiredo Sonetos 480

Aonde estará?

Mais um dia amanheceu,
E eu lembrando cada momento,
De tudo o que aconteceu,
Quando liberamos nosso sentimento!

Aonde estará aquele que me encantou,
Tão forte ao mesmo tempo tão carente?
Aonde estará aquele que um dia me ofertou,
O que eu sonhava tanto, fez-se tão contente!

A lágrima nesse momento
É uma companheira constante,
Na tristeza desse rompimento!

Queria revê-lo e matar essa saudade,
Pois só seu carinho e seu zelo,
Podem consumir essa enorme vontade!


© SOL Figueiredo
12/07/2011 às 12:00h Reeditado em 13/08/2011

Publicado no Recanto das Letras em 13/08/2011 – 14:25h
Código do Texto: T3155786
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Lembra? há 2 dias

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 21


Principio há 2 dias

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 13


Viandar há 2 dias

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 11


Fluxo do tempo. há 2 dias

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 14


Sou há 2 dias

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 12


Ame...! há 2 dias

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 11