Vasto céu deserto é o mundo da solidão,
inacessíveis montanhas inóspitas
que tem a forma singela de um coração
e lembra melancólicas e virgens florestas

São planícies extensas, mares profundos
onde é tão fácil na morbidez se perder
nesses pálidos e desencontrados mundos
em que o tormento supera o embevecer

Somente vasto amargor em derredor
abismo inigualável e dissonante
de hordas de criaturas que vivem só

Contritas num universo paralelo
afastadas do calor do semelhante
da humana corrente perdido elo