Embeleza-me a alma um lindo luar
que tão enamorado atravessa o céu
e abraçando o oceano vem namorar
numa poética e doce lua de mel

É a natureza nesse êxtase permanente
explodindo em seus instante de prazer
desvairada num Cosmos incandescente
moldando a noite em novo alvorecer

Ocasos dimensionam a escuridão
o azul-celeste a desenhar o infinito
vejo estrelas na forma de coração

Diversos astros vão e vem iluminados
é-me dado esse entrever bendito
de céu e terra sorrindo apaixonados