Tudo tem uma simbologia...
Tudo tem um raio de ação
para atingir a poesia.
Tudo é uma invenção.

Tudo está na mente;
na imaginação:
o santo, o demônio...
Tudo é nosso domínio.

Sonetos são artefatos
construidos de palavras e atos,
muitas vezes ignorados.

As rimas fazem as ligações
para erigir estas construções
isentas de significados.

A.J. Cardiais
26.12.2016