Mar e Mato

12 de Maio de 2017 A.J. Cardiais Sonetos 159

Naquele mar...
Naquele mato...
Com este ato,
eu quis rimar.

Rimei
remei
passeei...
Me perdi.

Caí no mar,
saí no mato.
Sonhei...

Ao imaginar o fato,
de estar no mar
e no mato, acordei.

A.J. Cardiais
22.02.2011

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
FANTASIA há 1 hora

FANTASIA Ando às voltas com quem eu nunca fui, Perdendo-me no qu'eu ja...
ricardoc Sonetos 8


DOCE DELEITE - Tauto em "D" há 6 horas

Doce deleite.. Dani dormia, Despertava-me... Delícia! Doce de leite....
juniorcampos Poesias 6


Eu, você e o mar... há 6 horas

Eu e você a observar o mar, e, o mar a nos observar... Admiramos nele a ...
juniorcampos Poesias 4


BRINDES há 6 horas

Eu quis o céu, eu quis a lua, ganhei de presente você toda nua... E...
juniorcampos Poesias 8


JUNDU há 1 dia

JUNDU Longe, o voo elegante da gaivota. Entre a floresta e o mar, erva ...
ricardoc Sonetos 11


Momentos há 6 dias

Se torna estranho quando vc está feliz e quer gritar ao mundo. É estranho...
dree Pensamentos 44