Enxerguei antes de ver

11 de Julho de 2017 Elisergiopoeta Sonetos 38

Estranho eu conseguir pensar,
Sem o insano desejo de ti ter.
Falta-me ar, falta-me até você,
E me sobra tudo que tenho escrito.

E o que eu não mais pude escrever!
Mas, com isso eu não me empolgo.
Eu confesso não está mais eufórico,
Com a simples ideia de ver você.

Sem ter o objetivo de ti desapontar,
Acometido por uma súbita normalidade.
Sinto falta da efetividade das conversas.

De todas as que não mais iremos ter,
Mas, então tudo me soou muito esquisito!
Pois tinha enxergado antes mesmo de ver.

NUNES, Elisérgio.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
FANTASIA há 1 hora

FANTASIA Ando às voltas com quem eu nunca fui, Perdendo-me no qu'eu ja...
ricardoc Sonetos 8


DOCE DELEITE - Tauto em "D" há 6 horas

Doce deleite.. Dani dormia, Despertava-me... Delícia! Doce de leite....
juniorcampos Poesias 6


Eu, você e o mar... há 6 horas

Eu e você a observar o mar, e, o mar a nos observar... Admiramos nele a ...
juniorcampos Poesias 4


BRINDES há 6 horas

Eu quis o céu, eu quis a lua, ganhei de presente você toda nua... E...
juniorcampos Poesias 8


JUNDU há 1 dia

JUNDU Longe, o voo elegante da gaivota. Entre a floresta e o mar, erva ...
ricardoc Sonetos 11


Momentos há 6 dias

Se torna estranho quando vc está feliz e quer gritar ao mundo. É estranho...
dree Pensamentos 44