O que todo mundo diz.

05 de Setembro de 2017 Elisergiopoeta Sonetos 102

Eu não sei qual a frequência,
Mas presumo ser muito tarde.
Essas minhas crises de saudade,
De tudo que eu ainda não vivi...

Fazem de mim um ser carente.
O eterno poeta e imprestável!
Há quem diga otário, o infeliz.
É que se não fosse a ausência,

E do meu corpo essa morte...
Talvez eu pudesse ter a sorte,
De falar o que ninguém diz.

Mas não há quem se compadece!
Sou apenas um cara que escreve,
Sobre coisas que todo mundo diz.

NUNES, Elisergio.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Equação do Amor há menos de 1 hora

Corre pra mim... Talvez eu ainda não saiba o que é o amor; Não tenha ...
a_j_cardiais Poesias 29


Qual é a Nossa Parte? há 8 horas

O conceito arminiano de que devemos fazer a nossa parte para que Deus pos...
kuryos Artigos 5


"Lagrimas" há 11 horas

Um silêncio triste e profundo Uma lágrima caiu Na tarde fria, e escura ...
joaodasneves Poesias 6


Realidade, Deixe-me Sonhar há 12 horas

Ah, realidade, realidade... Você não respeita minha privacidade. Vo...
a_j_cardiais Poesias 27


"és nada" há 16 horas

Como me pude apaixonar De um alguém como tu Passado pouco tempo pude con...
joaodasneves Pensamentos 8


"Ela mora" há 16 horas

A minha unica paixão é a solidão, ela vive na minha casa, e mora bem ...
joaodasneves Pensamentos 9