INVERÍDICO

12 de Setembro de 2017 RicardoC Sonetos 17

INVERÍDICO

Tomando por verdade devaneios,
De ficções tenho dado testemunho.
Logo, o que aqui se lê desde o rascunho,
São-me mais ansiedades do que anseios...

A galope, a cabeça vai sem freios
Girogirar ideias em redemunho,
Até eu declarar de próprio punho
Como se fossem meus vícios alheios:

Para os devidos fins, venho mentindo
Acerca do que é claro e do que é lindo,
No afã de viver vidas que não minhas.

Assim, eu de inverdades tenho escrito
Sempre as falsas memórias d'um aflito
Perdidas n'essas mal traçadas linhas.

Esmeraldas - 10 11 2017

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
UMA IMAGEM E MIL PALAVRAS há 2 horas

UMA IMAGEM E MIL PALAVRAS O que me diz a face que olha muda Em pleno co...
ricardoc Sonetos 6


TEU CORPO COLADO AO MEU há 1 dia

Sensação melhor não há, Teu corpo colado ao meu, Meus braços é o te...
juniorcampos Poesias 17


TEU PRIMEIRO AMOR há 2 dias

O teu encanto flor, Que meu ar perfumou, Não te lembras de mim? Disse...
juniorcampos Indrisos 20


MIDNIGHT há 2 dias

Meia-noite chegando, Não consigo dormir, Olho para o céu, Uma estrela ...
juniorcampos Poesias 11


Se o amor é mar... há 2 dias

Se o AMOR é mar, quero me afogar!...
juniorcampos Frases 12


CORPUS CHRISTI há 2 dias

CORPUS CHRISTI Porque sagrado o pão que aqui se oferta A estes que se ...
ricardoc Sonetos 12