FEMINICÍDIO

12 de Outubro de 2017 RicardoC Sonetos 31

FEMINICÍDIO

O corno do meu ex quem me matou...
Foi me sangrando as carnes feito presa.
Seu gesto fora de ódio, não tristeza
Pelo amor que era pouco e se acabou.

Depois que tal barbárie consumou,
Fugiu d'ali correndo na certeza
Que s'eu de suas mãos saísse ilesa
Ele não seria o homem que pensou.

Em face da barbárie consumada,
O povo só se admira; não faz nada
Senão me ver culpada por ser morta.

Figuro como crime passional
Estampado na capa d'um jornal
Que mais uma estatística reporta.

Betim - 11 10 2017

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
CORNÓPOLIS. há 2 horas

Em Cornópolis tudo é malandragem. Tudo termina em pizza, quando o sujei...
reribarretto Humor 26


um amor incondicional épico! há 18 horas

Quão linda estas hoje amada minha! Não, não fale nada, aprecie o mome...
diannahgomes Mensagens 12


Tentando há 18 horas

Estou mantendo-me de pé por questão de escolha, pois por tudo que sucede ...
diannahgomes Pensamentos 12


pensamentos há 18 horas

Eu não preciso nem fechar os meus olhos que eu te vejo, Que eu te sinto, ...
diannahgomes Poesias 10


SOU PRA VOCÊ... há 2 dias

SOU PRA VOCÊ... Sou pra você mais do que mereço Você sempre atent...
seldaantunes Poesias 56


Rouba-me! há 2 dias

Rouba-me! Surge assim do nada e rouba-me! Rouba-me meu amor e ainda...
seldaantunes Poesias 42