FILHO-DA-PUTA!

Certas palavras cabem quase tudo
Por sob um guarda-chuva de sentidos.
Termos chulos ou não, os ofendidos
Preferem me castrar por mal-desnudo!...

Escrotices à parte, um abelhudo
(D'esses tolos de doer pelos ouvidos!)
Riu dos poetas por menos conhecidos:
-- "És um sábio ou te tens feito de mudo?"

Pensei e respondi: -- "Surdo, talvez.
É melhor não ouvir quem, de altivez,
Do que fala nem ele mesmo escuta"

Dizendo o que dizia sem saber
E sem saber ao certo o que dizer,
Saiu-se com um feroz "Filho-da-puta!"...

Betim - 29 11 2017