ALJÔFAR

16 de Dezembro de 2017 RicardoC Sonetos 38

ALJÔFAR

Cintila sobre a face embevecida
Essa lágrima só de maravilha.
Assim uma mamãe e sua filha
Sorrindo d'emoção quase incontida...

Certas que assim será por toda a vida,
Pois, quanto maior o amor, mais se partilha...
E mesmo após a morte ainda brilha
Sua estrela no céu engrandecida!

Essa lágrima vale mais do que o ouro,
Visto tamanho amor o maior tesouro
Que deixam como herança para os seus.

Mas fique tal imagem registrada
Como memória sempre a ser lembrada
D'um amor semelhante ao amor de Deus.

Betim - 16 12 2017

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Mundo da Gataria há menos de 1 hora

Gato criado com mordomia, não conhece o mundo da gataria. Não sobe nos...
a_j_cardiais Infantil 29


A história do amor há 1 hora

A história do amor O amor sempre existiu Em muitas formas Em várias ...
pfantonio Poesias 19


AFRO-AMERICANO - Des-História Universal há 1 hora

AFRO-AMERICANO Terra da Liberdade, a Norte-América Tornou republicana ...
ricardoc Sonetos 5


"Primeiro encontro" há 5 horas

Olha, te recordas da primeira vez que eu te vi? não foi só pra me distr...
joaodasneves Mensagens 5


John Owen - Hebreus 1 - Versos 4 e 5 – P3 há 12 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Mensagens 9


John Owen - Hebreus 1 - Versos 4 e 5 – P2 há 12 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 8