Não foi o que sonhei para mim

15 de Janeiro de 2018 Elisergiopoeta Sonetos 65

Tudo para mim tinha acabado!
Aquele vento frio da meia noite,
Uivava às nove horas lá fora!
Uma voz dizia não te demoras.

E Ela olhavas diretamente para mim.
Como quem implora entendimento,
Eu por seus beijos sempre sedento,
Fazia-me às vezes de entendido...

E com a limitação de nós sermos amigos,
Eu quase que automaticamente dizia sim.
Porém , isso mais uma vez nos afastava...

E então, de forma triste eu percebi:
Descrever nossas vidas na calçada,
Não fora o que sonhei para mim.

NUNES, Elisérgio.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
O BURACO há 3 horas

O menino corria, empurrado pelo vento, empinando a pipa que o pai fizera p...
madalao Mensagens 9


UM GATO NO ESPELHO há 18 horas

Um gato, parado diante do espelho do quarto de sua dona, discutia com...
madalao Infantil 17


Tudo junto e misturado há 1 dia

Tudo junto. Misturado. Animado. Apaixonado. Completamente dado e entreg...
anjoeros Poesias 17


Quando senti vontade de amar... há 1 dia

Prefiro ser acusado de amar demais do que ser reconhecido por ser aquele q...
anjoeros Poesias 11


Meu café há 2 dias

UM CAFÉ SEMPRE CAI BEM...ANTES DO ALMOÇO,DEPOIS DELE... TE FAÇO UM CA...
anjoeros Poesias 16


Ao pé do ouvido há 2 dias

Vem cá, menina... Deixa eu te falar, bem lá dentro do teu ouvido, tudo ...
anjoeros Poesias 17