RIBEIRÃO DA CACHOEIRA

23 de Janeiro de 2018 RicardoC Sonetos 60

RIBEIRÃO DA CACHOEIRA

Luzindo a cada salto; a cada queda,
As águas nos lajedos de granito...
Era tudo tão bom quanto bonito,
Por onde o rio abaixo s'envereda.

Um pássaro outro pássaro arremeda
Seu trinado de quero-quero aflito.
Mas oculta entre as águas acredito
Da própria Uiara ouvir sua voz leda.

Bandos de maritacas fazem festa
No dossel verdejante da floresta
Até a tarde cair mais preguiçosa.

E, por fim, espraiado n'um remanso,
Paro para admirar como descanso
O céu se colorir em tons de rosa...

Betim - 14 01 2018

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
O BURACO há 3 horas

O menino corria, empurrado pelo vento, empinando a pipa que o pai fizera p...
madalao Mensagens 9


UM GATO NO ESPELHO há 18 horas

Um gato, parado diante do espelho do quarto de sua dona, discutia com...
madalao Infantil 17


Tudo junto e misturado há 1 dia

Tudo junto. Misturado. Animado. Apaixonado. Completamente dado e entreg...
anjoeros Poesias 17


Quando senti vontade de amar... há 1 dia

Prefiro ser acusado de amar demais do que ser reconhecido por ser aquele q...
anjoeros Poesias 11


Meu café há 2 dias

UM CAFÉ SEMPRE CAI BEM...ANTES DO ALMOÇO,DEPOIS DELE... TE FAÇO UM CA...
anjoeros Poesias 16


Ao pé do ouvido há 2 dias

Vem cá, menina... Deixa eu te falar, bem lá dentro do teu ouvido, tudo ...
anjoeros Poesias 17