Na Quietude do Poema

06 de Abril de 2018 A.J. Cardiais Sonetos 147

Viver é uma mistura
de tudo: tristeza, alegria,
religião, ambição,cultura,
tempestade e calmaria.

Harmoniosamente tento,
na quietude do poema,
acomodar meu sentimento
sem transforma-lo em dilema.

Quem gosta de sofrimento
assiste novela
como divertimento...

O que passa na tela
só serve de alimento
para uma alma singela.

A.J. Cardiais
16.09. 2017


Leia também
Mundo da Gataria há menos de 1 hora

Gato criado com mordomia, não conhece o mundo da gataria. Não sobe nos...
a_j_cardiais Infantil 27


A história do amor há menos de 1 hora

A história do amor O amor sempre existiu Em muitas formas Em várias ...
pfantonio Poesias 9


AFRO-AMERICANO - Des-História Universal há 1 hora

AFRO-AMERICANO Terra da Liberdade, a Norte-América Tornou republicana ...
ricardoc Sonetos 5


"Primeiro encontro" há 5 horas

Olha, te recordas da primeira vez que eu te vi? não foi só pra me distr...
joaodasneves Mensagens 5


John Owen - Hebreus 1 - Versos 4 e 5 – P3 há 12 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Mensagens 9


John Owen - Hebreus 1 - Versos 4 e 5 – P2 há 12 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 8