Sei que não sou nada,
e nem procuro ser.
Só faço viver
e seguir minha estrada.

Não procuro ter
o que não posso levar.
Ter o suficiente pra viver,
é o meu lema.

Minha fortuna está nos poemas
que eu vou deixar,
para quem quiser “investigar”.

Posso morrer sem ser nada,
porque fiz minha caminhada
tentando me encontrar.

A.J. Cardiais