Se quer atingir a massa,
não pode sofisticar a ideia.
Não se conquista uma plateia
com falsidade, nem na raça.

Quem carrega na veia
o sangue de uma aldeia,
tem que expô-lo na praça,
e não dar uma ideia falsa.

Se quer que o povão
dance com a poesia,
tem que pisar no chão,

andar na romaria,
não fazer discriminação
e falar do dia a dia.

A.J. Cardiais
17.08.2011