Poeta Arredio

15 de Junho de 2018 A.J. Cardiais Sonetos 262

Às vezes os poetas
não são justos...
Não buscam justiça,
não buscam nada...

Só palavras rebuscadas
com rimas, para dar o tom,
e ideias açucaradas,
para o povo achar bom.

Já o poeta arredio,
declama pro vazio,
proclamando a liberdade.

Não sente necessidade
de nenhum elogio,
porque vive à vontade.

A.J. Cardiais
27.05.2018

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
"Adoraria" há 3 horas

Eu adoraria mesmo era saber! Se realmente não sentes mesmo nada? Se não...
joaodasneves Poesias 7


"Teolenny" há 14 horas

Tu um dia foste meu amor. Eu te amei como nunca tinha amado. Onde juntos ...
joaodasneves Acrósticos 6


"Como chamar-te amiga" há 15 horas

Tudo foi tão bonito, era tudo carinho e paixão. E hoje estas tão longe ...
joaodasneves Poesias 7


Sodoma e Gomorra Estão Aqui há 15 horas

Nos dias de Sodoma e Gomorra ainda havia muitos lugares na Terra para os qu...
kuryos Artigos 8


Traços Mudados há 20 horas

O tempo passou, e eu nem percebi... Meus Deus, o que mudou? Envelheci. ...
a_j_cardiais Poesias 43


Queimando os Últimos Cartuchos há 21 horas

Sinto que estou queimando os últimos cartuchos... Estou chegando ao fim....
a_j_cardiais Poesias 32