Último Pedido

21 de Outubro de 2013 Samuel Henrique Sonetos 634

Uso a música e a poesia para falar


Aquilo que jamais conseguiria eu, expressar.


Os sentimentos e palavras que para você foram em vão


Onde cada pedido de namoro, você dizia NÃO!



Amor,  tenho muito para lhe dar


Restas, porém, o convite aceitar.


Jeito meu este,


Que acabar com a timidez, ainda não aprendeste.



No auge da minha adolescência,


Mesmo pensando na s consequências


Contigo queria ter uma experiência



Inda resta tempo, oh pessoa amada!


Que nossos pensamentos se encontram


E sejamos então, um casal, duas pessoas que se amam!




                                            Samuel Henrique

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Lembra? há 6 horas

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 9


Principio há 6 horas

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 8


Viandar há 6 horas

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 7


Fluxo do tempo. há 6 horas

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 9


Sou há 6 horas

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 8


Ame...! há 6 horas

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 6