VIRIL
(Selda Moreira Kalil)

Deixa-me acanhada
Com esse olhar devorador
Essa destreza de conquistador
Corpo reclama,deixando-me hipnotizada

Atraída com sua virilidade
Ansiosa por seus desejos
Neste molejo caliente e sagaz
Retrai sua amada diante de seus vendavais.

Teu jeito, fascina, me adoça, enlouquece
Me tira do serio, agita meu cérebro
Suor tão febril com toque viril

Macho vibrante, gentil bem ousado
Conivente e parceiro do seu descendente
Amou sua Eva além dos pecados.