De toda saudade que sinto
E de tudo que já escrevi
Sei agora que a saudade
Só é bonita em poesia

Que as vezes até doí
Relembrar o que já vivi
Pois tanta falta me faz
Que algumas lembranças a mais

São pretexto para lágrimas
Me fazerem lembrar
Da saudade que tento esquecer

Para quem sabe assim
O poeta que existe em mim
De saudade não posso inanimar