Dos amigos que vi passar
Minha eterna saudade
Fizeram as suas partes
E agora emanam luz

Para o meu caminho iluminar
E a minha sensibilidade
Os mantém perto de mim
No todo ou em partes

Visões claras podem acreditar!
E quando o medo me invade
Minhas mãos passam a suar

E assim sinto e os percebo
Não era monstros no espelho
Mas, amigos querendo falar.