Brevidades

13 de Fevereiro de 2014 Pr CJJacinto Sonetos 285

Terra: meus olhos vãos, vejo

Gentes, nos pálidos cortejos

Deposito de dores e finas alegrias

A noite escura e a luz do dia


Orbe: choros e densos sorrisos
No campo santo há tantos avisos

Regias lições que aprendemos

A ficta promessa, não aprendemos


Vida: tem fim, é tão breve

Como pluma suave é, mui leve

corre, escoa, derrama....rapidamente


Mundo: Todos aqui, sim estamos!

Como vento, voamos, todos vamos...

Pra todo sempre e eternamente


CJJ


Leia também
Minha essência é a eternidade. há 2 horas

Manhã cinza dia tão estranho e ruim, Paira no ar uma sensação de fraca...
elisergio Sonetos 5


LAMPEJOS há 2 horas

LAMPEJOS Eu pouco a pouco volto à realidade. Ao acordar, lamento antes...
ricardoc Sonetos 5


Deixe Esse Amor Crescer há 18 horas

Deixe esse amor crescer... Ele está brotando em um coração árido. De...
a_j_cardiais Sonetos 33


Ás palavras não são mais meu legado. há 18 horas

Fiz-me silenciar por que te perdi! Tu me revogara a licença concedida, D...
elisergio Sonetos 7


Não há o que comemorar. há 18 horas

Não há de fato o que comemorar! A virgem do sertão não é independente...
elisergio Sonetos 6


A vida depois daqui! há 18 horas

Ver que a morte não é o fim, é o início! Disse-me com amor chamando de...
elisergio Sonetos 7