Oceano de outono

17 de Fevereiro de 2014 Pr CJJacinto Sonetos 365


Teu consolo a alegria que não fenece


Como essências que nivelam jardins


As acácias despojando suas bravuras


Como afrescos antigos, dos sertões



Como pinturas rupestres na alma


O amor não deixa de ser silencio


No átrio do templo de teus sorrisos


Desemboca as torrentes da  esperança



Quando flui a chuva na terra empoeirada


Os navios de folhas fogem de seus grilhões


É tempo de cantar ao sabor dos pêssegos



Deixei meus fardos no monte Hermon


As grinaldas adormecem no campo santo


Quero amar, como as abelhas tocam as flores



Clavio uvenal Jacinto


Leia também
O PERDÃO DE DEUS há 7 horas

Todos estão afastados de Deus por causa do pecado, Deus sempre buscou u...
denilson Mensagens 11


A OBRA DO ESPÍRITO SANTO EM RELAÇÃO A IGREJA há 7 horas

Habita na igreja como seu templo, É derramado como chuva sobre a igreja...
denilson Mensagens 8


Tribulações dos Santos e os Livramentos Divinos 2 há 7 horas

As Tribulações dos Santos e os Livramentos Divinos – P2 Por Charles H....
kuryos Artigos 10


Tribulações dos Santos e os Livramentos Divinos 1 há 7 horas

As Tribulações dos Santos e os Livramentos Divinos – P1 Por Charles H....
kuryos Artigos 13


A OBRA DO ESPÍRITO SANTO EM RELAÇÃO AO CRISTÃO há 7 horas

Habita em todo verdadeiro cristão e convence o pecador do seu pecado, R...
denilson Mensagens 9


MEMBROS DO REINO DE SATANÁS há 7 horas

As características dos membros do reino de Satanás, Adotam a increduli...
denilson Mensagens 13