Despautério

02 de Março de 2014 Miguel de Souza Sonetos 279

A tarde tornou-se triste

Mais triste que de costume

Que a noite criou ciúme

Da tarde cheia de chistes!

A tarde lembrou-se doutas

Mais doutas do que as demais

Que a noite não teve mais

A paz dessas horas soltas

A tarde forjou mistérios

Mistérios da lua cheia

Que a noite volta e meia

Provou ser despautério!

             Da tarde, caiu a ficha:

             Com a noite, só uma rixa!  

                                         


Leia também
Uma Tal Pedra há 15 horas

No meio do caminho de muitas famílias, agora tem uma pedra... Tem uma...
a_j_cardiais Poesias 22


Mundo da Gataria há 15 horas

Gato criado com mordomia, não conhece o mundo da gataria. Não sobe nos...
a_j_cardiais Infantil 44


A história do amor há 16 horas

A história do amor O amor sempre existiu Em muitas formas Em várias ...
pfantonio Poesias 30


AFRO-AMERICANO - Des-História Universal há 16 horas

AFRO-AMERICANO Terra da Liberdade, a Norte-América Tornou republicana ...
ricardoc Sonetos 8


"Primeiro encontro" há 20 horas

Olha, te recordas da primeira vez que eu te vi? não foi só pra me distr...
joaodasneves Mensagens 7


John Owen - Hebreus 1 - Versos 4 e 5 – P3 há 1 dia

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Mensagens 9