Quanta decepção e tormento

08 de Março de 2014 Elisergiopoeta Sonetos 573

Quanta decepção e tormento
Tanto que escrevi a ela
Com toda minha emoção
Não houve reconhecimento

A sensibilidade é via de mão única
Já diziam outros amigos poetas
Meu caro jovem não se iluda
Isso não muda e nem vai mudar

Do contrário morra e será bom
E assim não haverá esquecimento
Será a tua falta um grande tormento

Enquanto vives anonimamente brilha
Acredite pois nesta vida só é lembrado
Quem aqui não pode mais estar.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
" Amar é" há menos de 1 hora

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 4


PAU DE FITAS há 5 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 4


PAU DE FITAS há 5 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 3


Falta de Amor ao Próximo há 10 horas

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 31


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 10 horas

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8


A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 15 horas

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 16