O maior medo de quem ama
É o de ser correspondido
Mergulhar no infinito desconhecido
Faz qualquer um se assustar

É grande o medo de enlouquecer
Amar e sofrer e amar e sofrer
Na vida é constante, mas difere
Sofrer, amar, amar e sofrer

Em meio a tantas e tais loucuras
De dizer o que não se sabe
Penso que o amor é uma insanidade

Que amar é o maior tormento
Ser correspondido uma loucura

E não amar o maior sofrer.