Brilhante luz de teus olhos marrons
Que à minha vida traz o encanto,
Encobre meu corpo como um manto
Emana-se vivaz sobre outros tons.

Olhos fastosos, pérolas serenas
Guardiões implacáveis de todo amor,
Suma alegria guardada na cor.
Dessas suaves estrelas pequenas.

Trago comigo teu divino olhar
Iluminando o fel do pensamento,
Gerando vida para um sentimento

Que provém destes olhos com ardor
Elevo os meus devaneios mais tenros,
Ao abrigo que faz dos teus olhos o amor.




Rio de Janeiro, 11 de junho de 2010.